Domingo, 30 de Abril de 2017

Máx: 27º

Min:16º

Nos acompanhe nas
mídias sociais

Nossa Cidade / Dados Demográficos

Economia

 

Em Ipubi, a agricultura já foi a atividade econômica predominante, perdendo espaço atualmente para a exploração da gipsita. Ainda assim ainda são produzidos feijão, mandioca, milho, e Hortifrutis como: Alface, Coentro, Tomate, Pimentão, Manga, Acerola, Banana, Laranja etc. O rebanho de bovinos, a Apicultura e a criação de aves são outras fontes de renda do município.

 

A região do Araripe concentra 40% das reservas de gipsita do mundo e Ipubi seu maior produtor de gipsita e um dos maiores produtores de gesso e derivados: placas, divisórias gesso agrícola para uso na correção de solos, tijolos, etc. Por isso, se caracteriza pela exploração do mineral no chamado polo gesseiro. A extração da gipsita representa 95% da produção nacional de gesso, que propiciou a formação de um parque industrial na região, gerando cerca de doze mil empregos diretos e 60 mil indiretos.

 


Geografia

 

Ipubi localiza-se a uma latitude 07º39'07" sul e a uma longitude 40º08'56" oeste, estando a uma altitude de 535 metros. Sua população estimada em 2004 era de 23.971 habitantes.

 

Possui uma área de 972,17 km² e é formado pelos distritos de: Ipubi (sede), Serra Branca e Serrolandia e pelo povoado da Mineradora São Severino.

 

O município de 'Ipubi faz parte da Região de Desenvolvimento do Araripe, localizada na Mesorregião do sertão pernambucano. Essa região representa 18,8% do território estadual com 18.576,9 km² e abrange ainda, os municípios de Araripina, Bodocó, Cedro, Exu, Granito, Ouricuri, Moreilândia, Parnamirim, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Filomena, Serrita, Trindade e Verdejante.

 

O município situa-se na unidade geoambiental das Chapadas Altas. Parte do sul do município, está na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja. A vegetação natural é a caatinga.

 


Hidrografia

 

 

O município de Ipubi está nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Brígida. Seus principais tributários são os riachos do Manuíno e de Santo Antônio, ambos de regime intermitente. Conta ainda com os açudes: Manuíno, com capacidade de 1.984.117 m³ e Cacimbão.