Domingo, 20 de Outubro de 2019

Máx: 27º

Min:16º

Nos acompanhe nas
mídias sociais

Mídia / Notícias

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

06 de Setembro

Prefeitura de Ipubi emite alerta para a população: Queimada é Crime!

Mesmo com os prejuízos que a fumaça representa à saúde e ao meio ambiente, moradores mantém o mau hábito de aproveitar o período de estiagem para limpar terrenos e eliminar o lixo acumulado no fundo de casa, nas calçadas e até mesmo em praças, como foi o exemplo de ontem (terça-feira, dia 03), quando atearam fogo em um espaço na área urbana de Ipubi, tendo que chamar a equipe de Corpo de Bombeiros para apagar o fogo, provocado por moradores. O caso repercutiu na cidade devido o pó preto que atingiu toda cidade, casas e comércios, prejudicando o andamento da sociedade e afetando quem tem problemas de asma.

 

Em resposta às reclamações dos moradores, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, por meio das Secretarias de Obras e Urbanismo e Meio Ambiente emitiu alerta, reforçando a campanha de que "Queimada é Crime!". Saiba informações de como proceder no caso de queimada e/ou incêndios nos terrenos baldios:

 

 

Por que queimadas prejudicam a saúde?

 

A saúde humana é afetada pelas queimadas porque a fumaça proveniente dela contém diversos elementos tóxicos. O mais perigoso é o material particulado, formado por uma mistura de compostos químicos. São partículas de vários tamanhos e as menores (finas ou ultrafinas), ao serem inaladas, percorrem todo o sistema respiratório e conseguem transpor a barreira epitelial (a pele que reveste os órgãos internos), atingindo os alvéolos pulmonares durante as trocas gasosas e chegando até a corrente sanguínea.

 

Outro composto prejudicial é monóxido de carbono (CO). Quando inalado, ele também atinge o sangue, onde se liga à hemoglobina, o que impede o transporte de oxigênio para células e tecidos do corpo. "Isso tudo desencadeia um processo inflamatório sistêmico, com efeitos deletérios sobre o coração e o pulmão. Em alguns casos, pode até causar a morte".

 

 

Consequências da fumaça para o ser humano

 

A lista de problemas provocados pela inalação da fumaça de queimadas florestais é grande. Os mais leves, segundo Carvalho, são dor e ardência na garganta, tosse seca, cansaço, falta de ar, dificuldade para respirar, dor de cabeça, rouquidão e lacrimejamento e vermelhidão nos olhos. Para amenizar os efeitos das queimadas na saúde, alguns cuidados são necessários, como evitar, na medida do possível, a proximidade com incêndios, manter uma boa hidratação, principalmente em crianças menores de 5 anos e idosos maiores de 65 anos, e manter os ambientes da casa e do trabalho fechados, mas umidificados, com o uso de vaporizadores, bacias com água e toalhas molhadas.

 

Também é indicado usar máscaras ao sair na rua, evitar aglomerações em locais fechados, e optar por uma dieta leve, com a ingestão de verduras, frutas e legumes. Fora isso, em caso de urgência deve-se buscar ajuda médica imediatamente.

 

 

Da Assessoria de Comunicação - Ipubi