Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

Máx: 27º

Min:16º

Nos acompanhe nas
mídias sociais

Mídia / Notícias

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

29 de Maio

Ipubi, Serra Branca e Serrolândia têm ampla campanha de vacinação contra a raiva

O dia "D" da campanha de vacinação contra a raiva de cães e gatos aconteceu neste sábado (12) em Ipubi e nos distritos de Serra Branca e Serrolândia. Os animais com mais de 3 meses de idade receberam a vacina, garantindo a imunização e a saúde dos bichinhos de estinação.

 

A campanha nacional é feita em grande escala no ‘Dia D’ tentando atingir um número maior de animais em pouco tempo na tentativa de bloquear a circulação do vírus, entretanto os animais podem ser vacinados mesmo depois da data. “Todos os cães e gatos podem ser vacinados, exceto aqueles que se encontrem doentes. A idade mínima para vacinação é de três meses, seguido de uma dose de reforço. Lembrando que a vacina é a única forma de garantir a saúde e proteção desses animais contra a raiva”, explicou a Secretária Municipal de Saúde Silvanete Andrade.

 

Em depoimento, o Prefeito Chico Siqueira fez uma solicitação à população ipubiense. “Para que possamos continuar com uma estatística positiva da doença, pedimos que todos levem seus cães e gatos ao posto mais próximo, e chamem seus amigos e familiares que também possuam animais de estimação”, disse.

 

Os donos devem adotar algumas medidas durante a vacinação. Os cães devem estar devidamente com guia e coleira. Em caso de cão bravo deve-se adotar a focinheira. Já os gatos precisam ser conduzidos em caixas específicas, para evitar fugas.

 

 

Saiba mais

 

A raiva é transmitida do animal para o homem e apresenta uma alta taxa de mortalidade, chegando a alcançar quase 100% entre os animais. Os principais transmissores são os animais silvestres, como morcegos, gambás e macacos, que contaminam cachorros, gatos e humanos de forma acidental.

 

Os principais sintomas são o aparecimento repentino de uma agressividade no animal, salivação excessiva e paralisia. Nos humanos, o vírus da raiva possui tropismo pelo sistema nervoso central, instalando-se no cérebro, tendo como resultado final a encefalite que é uma inflamação no cérebro.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação | Saúde